segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

HOMENAGEM À MEMÓRIA DE JOHN HERBERT E GEÓRGIA GOMIDE

Um de nossos principais temas é novela, por isso não poderíamos deixar de prestar nossa homenagem a dois grande atores, recentemente falecidos: John Herbert e Geórgia Gomide.



Para maiores informações sobre John Herbert, favor consultar: http://pt.wikipedia.org/wiki/John_Herbert.



Para maiores informações sobre Geórgia Gomide, favor consultar: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ge%C3%B3rgia_Gomide.

O que fica de um grande artista é sua arte e, sem dúvida, esses atores prestaram grande contribuição à teledramaturgia. A eles, nossa sincera homenagem e o nosso muito obrigado!

SESSÃO RETRÔ - VARIEDADES

A reportagem abaixo foi publicada na revista Cartaz nr. 58, de 11/04/73.
Boa leitura!




SESSÃO RETRÔ - NOVELAS - VENHA VER O SOL NA ESTRADA

A reportagem abaixo foi publicada na revista Cartaz nr. 58, de 11/04/73.
Para maiores informações sobre a novela, favor consultar: http://www.teledramaturgia.com.br/venhaver.htm.
Boa leitura!



domingo, 30 de janeiro de 2011

FIC DA URCA - VERSÃO DA BEKA MOREAU - PARTE 23

Assim que chegaram ao Marrocos surge à primeira interrogação, onde Claude e Frazão iriam ficar? Alabá e Kira estavam super constrangidas afinal elas moravam nas casas de seus respectivos namorados, mas também não sabiam como a família iria reagir à presença de ambos em terras muçulmanas... Mas uma surpresa estará por vir e de um lado que ninguém imaginara.
Kh2: Kira, Alabá que bom que vcs chegaram o pather esta chamando por vcs duas, e os namorados de vcs onde estão pq pelo que soube eles vieram com vcs?
K: Khalid a verdade é que não sabíamos se eles iam poder ficar aqui.
A: E por isso eles tão querendo ir pra um hotel
Kh2: O que isso de maneira nenhuma, isso não é correto, nosso povo é hospitaleiro e nobre e de um jeito ou de outro eles agora fazem parte da família, eu só vou ter que dar um zignal na Hamah pq se ela pega eles no mesmo quarto que vcs ai a casa cai e claro calar a boca da Radija e da Látifa por que daqui a pouco o tio Abílio tá sabendo e os outros tios tbm ai já foi, eu já  volto, vou buscar os companheiros de vcs e vcs, por favor, vão ver meu pai.
K e A: Obrigada, mesmo, a gente te ama. Sempre nosso irmão.
Kh2: E vcs minhas protegidas que dão mais trabalho agora vão.
A e K: Ta, ele ta no quarto dele mesmo?
Kh2: Sim.
Kira e Alabá estavam indo em direção ao quarto a casa era enorme enquanto Khalid vai ao encontro de Claude e Frazão.
Kh2: Claude, Frazión, por favor venham comigo
F: E não sei não “e outa“(by Pingüim) é Frazão.
C: Espera Frazón tem algo diferente nele vamos escutá-lo.
Kh2: Obrigada Claude e Frazão eu sei como é seu nome, é que já é força do hábito irritar os namorados da Kira e da Alabá, mas não se preocupem meu pai me fez ver que vcs são os homens corretos para as minhas protegidas que são como minhas irmãs. Venham eu vou mostrar o quarto de vcs, e antes que perguntem é junto da Kira e da Alabá sim, só tentem ser discretos com os carinhos na frente das pessoas, aqui não é o Brasil onde vcs podem expressar seu amor livremente e principalmente tomem cuidado com a Hamah, a nossa ama (mulher que cuida de nós como nossa mãe),  e com as minhas irmãs, Radija e Látifa, elas são perigosas e é daqui pra li pra elas ou darem em cima de vcs ou entregarem as meninas pra o tio Abílio (ele é o mais tradicional, é ele quem me fazia assustar os namorados das meninas.), bom vamos?
C e F: Vamos.
Kh2: Bom esse é o quarto e espero que vcs possam me perdoar e que possamos ser amigos e ah eu sei que é estranho pedir isso, mas, por favor, não façam minhas flores sofrerem, elas já sofreram muito por mim, por nossa família, e por certos amores que cabe a elas contar a vcs se tiverem vontade de fazê-lo. Com licença.
C: Oui, merci.
F: Obrigado e nós não temos o que perdoar, nós te compreendemos afinal elas são jóias raras o que existe de mais importante pra nós e jamais as faríamos sofrer por que o amor que temos por elas nos leva as raias da loucura.
C: A ponto di largar nossa própria vida, fé seja lá o que for desde que elas estejam conosco.
Kh2: Pelo visto meu pai estava certo, vcs são realmente os homens designados pra elas.
Khalid se retira para explicar a Hamah o que aqueles homens estariam fazendo no quarto das meninas e também tinha que calar a boca das pestinhas das suas irmãs, enquanto isso no quarto do Patriarca...
K: Tio vc não pode dar um susto desses na gente, largamos tudo pra vir te ver o mais rápido que pudemos.
A: É verdade o senhor está proibido de fazer esse tipo de coisa de novo, se quiser a gente aqui é só ligar que a gente vem correndo.
Kh: Minhas meninas, minhas flores do Líbano, princesas, frutos do meu harém... Vcs sabem que sempre serão meu orgulho e pra ser sincero, a postura de vcs em buscar Deus de outra forma sempre me agradou e agora posso dizer que vcs acertaram eles são realmente os homens designados pra vcs, e ah eles não sabem mas tem um pezinho nas arábias, os dois, e agora como vcs já estão seguras  e protegidas, por homens que vão cuidar de vcs mesmo que isso lhes custe a própria vida, eu posso ir ao encontro de Alá em paz.
A: Tio não diz isso, vc ainda vai viver muitos anos, nós ainda temos que te dar muito trabalho e vc ainda não conhece eles como pode saber que eles são perfeitos pra nós e se são de linhagem árabe como a gente?
K: Assino em baixo de tudo que a Alabá disse e mais como o senhor pode partir ainda tem a Radija e a Látifa?
Kh: Claude e Frazão.
A: Como vc sabe o nome deles?
K: O Khalid te falou?
Kh: Não, se esqueceram que eu sempre saio na frente e eu disse que os conheço e mais conheço a genealogia de ambos, são muçulmanos legítimos de pai e mãe.
K: Como?
Kh: Eles não sabem, os pais do Claude eram diplomatas, na verdade esse foi o melhor disfarce que meu amigo Said ou Henry encontrou para poder fugir com Zilá ou Charlotte, como preferirem.
A: Meu deus, mas e o Frazão tio?
Kh: Hum... esse é um figura mto bem humorado, como o pai tenho certeza, os pais dele Zorá e Jade tbm estavam sendo perseguidos como seus pais e os de Kira, a perseguição de vcs é mais evidente pq vcs só são parte muçulmanas mas eles são da mesma linhagem que vcs, eles são descendentes de Ismael, e devem tomar seu lugar de direito diante do povo.
A: Peraí?
K:  Eles descendem dos  grandes patriarcas Zorá e Said?
Kh: Isso mesmo minhas flores, eles são os homens que foram separados pra vcs desde o ventre. Mas tem uma coisa errada, vcs inverteram as coisa?
A: Cuma?
K: É bóie aqui viu Tio?
Kh: Era pra Alabá ficar com Claude e Frazão com a Kira.
A e K: kkkkkkkkkkkkkkk
A: O Tio c ta de saca né?
Kh: Saca o que é saca?
K: Alabá olha o palavreado.
Kh: Agora eu qro saber!
K: É sacanagem tio, ou seja, safadeza.
A: Desculpa
Kh: Alabá!! Mais cuidado com essas gírias, vai que o Abílio ou a Hamah perguntam o que é, hã?
K e A: rsrsrs, tio c o Khalid te ver falando hã vai pirar, ashuahsua
Kh: Que nada eu já conversei com ele e contei tudo só não sei como vou fazer  pra contar ao Claude e ao Frazão, mas já que vcs decidiram trocar não tem problema, vcs vão ter que me ajudar, peçam a eles pra vir aqui e as senhoritas terão de estar presentes.
K e A: Sim senhor!
Já fora do quarto elas cruzam com Látifa e Radija que soltam aquele olharzinho cínico que mata qualquer mulher de oido como diria o nosso querido deputado eleito Tiririca...
L: Olha quem foi que resolver aparecer Radija.
R: É Látifa as flores do Líbano, as ovelhas negras da família!
Antes que Kira ou Alabá pudesse responder as provocações surge no corredor Claude e Frazão mais lindos que nunca com trajes do local escolhidos por Hamah que já virara a Dádi das arábias segundo Frazão e se tornado amiga deles, já que Khalid lhe houvera explicado toda a situação.
C: Chérrie.
F: Minha deusa.
K: Moun Amour, estávamos à procura de vcs.
A: é meu Ébano, o tio quer conhecê-los, ou melhor lhes contar umas coisinhas.
C: Oui, vamos.
F: Sim. Claro.
K: Desculpem nossa falta de educação, essas aqui são as irmãs do Khalid, Radija e Látifa, agora vamos.
A: Calma Kira, bom meninas esses aqui são: Claude namorado da Kira, e Frazão meu namorado, bom agora nós vamos, bye.
Elas se abaixam, fazem a saudação umas para com as outras pois mesmo tendo arranca rabos desde crianças elas se respeitavam afinal eram família.
C: Moun Amour, o que seu tio quer com a gente, vc já vai saber.
F: Tô cabreiro com isso.
A: Calma, meu chocolate, mas Kira eu quero trocar de roupa, até eles já estão a rigor menos a gente.
K: É verdade vcs esperam a gente aqui ou vão na frente falar com o pather?
C: Non qui é issi a gente espera vcs, alias to doidinho pra ver como vc fica a rigor chérrie.
F: Também minha musa, to até imaginando ô delícia.
A: Frazão se controla aqui não é o Brasil, ok?
K: O mesmo serve pra o senhor, a propósito já viram o quarto de vcs sabem se é perto dos nossos?
C: Já sim e non é perto nón.
A: Não?
F: Nós vamos dormir com vcs!
K: hum...
A: A é, olha o pather tá bonzinho demais
K: Olha a gente volta em alguns minutos ai nós vamos lá falar com o pather.
A: é
C e F: Tá.
Kira e Alabá se arrumam depressa, o que é difícil pra uma mulher, qnto mais 2, mas elas foram ao encontro de seus amados e dirigiram-se ao quarto do patriarca, chegando lá...

TO BE CONTINUED...

UMA ROSA COM AMOR - ESPECIAL DE NATAL - PARTE 15 - AUTORAS: MANU E ANNIE WALKER

Júlio assim que percebeu que Mariana não havia desistido de destruir o Natal e o casamento Geraldy, correu ao apartamento da sua querida Rosa. Mas dessa vez sentia-se diferente estava determinado a mudar de vida, tanto fez para conseguir sua Rosa de volta e só conseguira a afastar cada vez mais. No caminho, pensou sobre tudo o que havia feito e como tinha sido baixo ao ouvir Mariana e se juntar a ela. Arrependeu-se de tudo o que tinha feito e falado, havia ido longe demais, ele tinha que reconhecer, mas também pedir desculpas pro francês petulante também já era demais pra ele. Ele chegou ao apartamento do casal por volta das 18 horas. Já podia ter chegado antes, mas acabou perdendo tempo pq antes de decidir definitivamente que iria deter Mariana, ficou pensando e pensando. Era uma coisa que Júlio não costumava fazer, mas naquele dia fez. Era Natal. Decidiu que se não podia ter um Natal com uma família feliz não ia impedir que Rosa e Annie o tivessem e por falar em Annie, Júlio agradeceu várias vezes a Deus naquele dia por tê-la encontrado. Ela deu um novo chão para ele, quando pensou que tudo estava perdido. Graças a ela, agora se sentia aliviado com relação a Rosa, não tinha mais aquela vontade desesperada de tê-la. Annie abriu uma porta para ele, agora tinha novas visões do mundo. Júlio pagou o táxi e observou do outro lado da calçada a varanda do apartamento do francês, ele observou a movimentação: tinha umas mulheres de garçonetes, outras terminavam de enfeitar a varanda. E tudo estava em perfeita harmonia. Qualquer um que passasse na frente do prédio admirava o apartamento do 8º andar, estava lindo e parecia estar pronto para uma super festa e realmente estava.
Júlio ficou lá admirando tudo e pensou : “nossa esse francês tem uma sorte, além de ter Rosa por esposa, tem uma sobrinha como a Annie e ainda consegue escapar sempre das nossas armações!”.
Maria do Sul: Tudo bem com o Senhor, moço?
Júlio: tudo sim.
Maria do Sul: Pq o senhor olha tanto o apartamento do Dr. Claude? Você o conhece?
Júlio: eu? Não! É que a festa lá parece que vai ser bonita, neh?
Maria do Sul: verdade, nós fizemos tudo direitinho. rsrsrsrs Bem eu tenho que subir, tenho q ajudar as meninas. Um Feliz Natal pra vc!
Júlio: Feliz Natal!- disse com um sorriso triste e ficou ali sentado na calçada pensando na vida e vendo a movimentação da rua. O que mais ele iria fazer naquele fim de tarde que estava tão frio para ele?

No apartamento...
Érica Costa: (telefone) Pode sim Manu, vcs podem vir... Já buscamos as crianças e o Dr. Claude já está pronto... sim nós vamos ficar pra fazer as vezes do Bife chique neh amiga? hahah... tah estamos esperando não demorem os convidados já vão chegar... tah bjux (desliga o telefone) Cadê o Dr. Claude: As meninas já estão vindo!
Rebeca: calma gente, ele já tah decendo, cadê a Manuzinha e o Pedrinho, vcs já arrumaram eles?
Kely: servem esses aqui? Se não eu providencio outros! – brincou trazendo um de cada lado os herdeiros Geraldy, que estavam uma fofura.

O Pedrinho:


Fonte:
http://i01.i.aliimg.com/img/imagerepos/ni/sh/nisha321/1283782481631_hz-myalibaba-web-temp1_13.jpg

A Manuzinha:



Mari: que graça!!!
Erica Costa: e o Dr. Frazão?
Cleusa: ele foi pra casa se arrumar, ele vai voltar mais tarde com a esposa e a filha. E a moça problema, como ela está se comportando?
Mirtinha: aparentemente bem, mas a gente nunca sabe o que se passa na cabeça alheia.
Marcia: eu é que fiquei com medo daquela doida, vcs tinham que ver a cara que ela fez quando me trancou no banheiro, digna de filme de terror!
Dora: Ah! Pára tudo neh Marcia? Vai dizer que vc não gostou de ficar trancada no banheiro com o Apolo que é o Dr. Claude?
Marcia: Dora, olha as crianças!!!
Dora: desculpa, queridinhos,mas o pai de vcs é um pão francês!!!
Pedrinho: Eu sei, minha mãe sempre fala isso!
Mirtinha: Eita! Tomando fora de criança, Dora ? kkkkkkkkkkk
Todas as meninas riram também, até a Dora.
Claude ouvia a risada das moças, enquanto descia as escadas todo elegante.
Claude: Mon Dieu !!! Como os meus BBs estão lindos!! As tias cuidaram bem dos meus queridos hã? Vem meus enfants, Eu estava cón tanta saudadde hã?- ele dá um abraço tão gostoso nos filhos que deixa todas as biscoitinhas babando e o pensamento delas foi unânime : “que homem perfeito!! Aiaiai, suspiros, suspiros”
Claude: entón como eu estou, será q Rosa vai gostar hã?- disse dando uma volta para as meninas verem melhor. Elas estavam quase derretendo de calor!!! Que Homem!
E então a campainha tocou!
Claude: Ai mon Dieu, é ela!- falou nervoso como se fosse casar de novo.
Fê: calma Dr. Claude, não vai cair duro hein?
Claude: nón claro que nón, é q eu sei lá... hã? Será q ela desconfiou de alguma coisa?
Natty: Claro que não. Agora fecha o bico!- a campainha toca de novo
Rebeca: Meninas, em seus postos.
Todas foram para seus postos, todas estavam divinas em seus vestidos maravilhosos.
Tainara foi atender a porta: Mesdames sont les bienvenus! (sejam bem-vindas senhoras, num francês impecável!) Até Annie e Dadi se surpreenderam com a recepção.
Elas chegaram mt bem arrumadas e lindas .
Annie (como sempre exagerada – vestido e cabelo):


Fonte:

Manu: também não deixava a desejar:


Fonte: http://img.alibaba.com/photo/340041137/Ladies_Sexy_Strapless_Chiffon_Evening_Dress_HL_EN298.jpg

Dadi tava um espetáculo:



Mas quem se destacava mesmo era Rosa:



Estava linda! Cada enfeite tinha sido mt bem escolhido. Annie, Manu e Dadi entraram adimiradas com o ambiente. Tudo estava perfeito!

A árvore:



A mesa da ceia:





Tinha comida de tudo o que era jeito!
Rosa entrou divina, atraindo o olhar de todos, inclusive de Mariana que se corroeu de inveja .  Ela agradeceu a recepção de Tainara e das outras biscoitinhas que estavam alinhadas, como um exército ao passar um membro da família real. O corredor que as biscoitinhas formaram dava no meio da sala onde havia um homem liindo de costas, e duas crianças uma de cada lado seu.
Claude: entón gostou Cherry?- disse com um sorriso devastador.

Claude:




Pedrinho: mamãe!!!
Manu: mama!!- e as crianças correram para abraçar a mãe, que chorava de emoção
Annie: Ô tia pode parar, se vc estragar essa maquiagem nem sei o que eu faço contigo hein?
Rosa: tah bom, pode deixar. – disse, limpando uma lágrima.
Rosa: vocês estão lindos, meus amores, a casa, vcs. Claude vc tah... Maravilhoso!!!
Rosa: vc está divina, cherry!
Annie: Claro quem escolheu o figurino? Eu é claro neh?
Dadi: até o meu Dr. Croudes, olha só – e deu uma virada toda boba com a transformação.
Manu: não liga não, a Annie tem mania de dá piteco na roupa de todo mundo!
Claude: Marie também adorava dá piteco nas minhas roupas, hã? E de toda a família também, era sempre ela que escolhia. –Annie ficou um pouco triste com a lembrança q seu tio trouxe de sua mãe- ah perdón!- disse dando uma abraço apertado na sobrinha.
Annie: não tem problemas não, tio- disse enxugando uma lágrima- eu só tenho lembranças boas da minha mãe e é isso q importa.
Toca a campainha.
Manu: é hora da família feliz começar a receber os convidados. – ambos sorriram. E começou a chegar os convidados, um por um iam adentrando a festa, do povo do cortiço aos amigos de Claude e o  casal Smith, Também estavam na festa Sérgio e Roberta, Alabá e Frazão e um monte de outros convidados.
Rosa: Terezinha, eu não acredito!!!
Terezinha: pode acreditar!!- disse alisando o barrigão de 8 meses – você vai ser titia!
Rosa: mas pq vc não me contou antes?
Beto: eu falei pra ela contar – disse abraçando a esposa (eita bateu aquele ciuminho agora hahahhaha)- mas cismou em fazer surpresa!
Rosa: Mas eu estou muito feliz mesmo por vocês, vc não tem noção! Me dá um abraço irmã!- Elas se abraçam, um abraço apertado e cheio de ternura.
Num outro canto da festa.
Claude: Elisa, eu estou muito feliz de vc estar aqui hã? (não podia faltar a Miss Kaplun neh?)
Elisa: Dr. Claude eu to tão feliz, sabe eu encontrei meu professor, do ginásio e eu já tinha uma paixão escondida por ele e quando eu o revi nossa! Meu mundo mudou!
Claude: Mas vc nón o trouxe para passar o Natal com a gente hã?
Elisa: Claro olha ele tah ali no vídeokê!
Claude: Qual o nome dele?
Elisa: Sidney
Ela foi até ele e deu um super abraço e acabou sendo pega de surpresa pela Raquel (a papazzi da festa) nessa foto:



Enquanto seu namorado cantava: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH EU TE AMO, AAAAAAAAAAAAAAH EU TE AMO!♪♫♪♫ (homenagem a Krika Telé – Miss Kaplun)
Na cozinha do apê...
Taina: Mariana, leve uma taça de vinho para o Dr. Claude, por favor! Ah, leve duas, ele está conversando com um careca ali.
Mariana: Claro! – disse, sarcástica.- Taina voltou pra festa e foi a biscoitinha virar as coisas e Mariana depositou um líquido numa das taças. Ela mexeu e sorriu. Depois levou para Claude. Claude  estava conversando com Afrânio, que tentava falar algo de interessante com o francês, que se divertia com as tentativas de ser “culto” do garçom que ficou rico, quando Mariana chegou para servi-los.
Rosa: o que essa mulher está fazendo aqui, Claude?- perguntou irritada matando a rival com o olhar.
Claude: Rosa esqueci di ti contá, hã? Mariana, foi uma das colaboradoras para essa festa nón é, cherry? Me surpreendi quando a vi limpando chão hã? Vc adoraria ver!- se divertia enquanto Mariana tinha vontade de bater nele até pedir socorro.
Rosa: ah é? Então quer dizer que vc lavou o chão pra mim? Obrigada cherry é um ótimo recomeço.- disse puxando  Claude, que na pressa acabou pegando a taça errada. Mariana ficou ainda mais frustada. Afrânio pegou a outra (a que estava com um sonifero).
Afrâniio: vai ficar aí mesmo me vendo beber? Vai pra cozinha vai! – Mariana se retirou possessa.
Mariana: ah mais isso não vai ficar assim não vai!- dizia andando.
Afrânio: serviçais!- resmungou esnobe enquato bebia o vinho.- de repente ele começou a ver tudo rodando.- acho que eu bebi demais.
Em um outro canto da sala, D. Pepa que estava conversando com a D. Antonieta e com seus netos que já estavam pré adolescente, quando percebeu que Afrânio não estava bem.
Pepa: Afraninho vc está bem?
Afranio: eu estou ó...- antes de terminar a frase ele caiu nos braços da amada.
Pepa: Ai meu Deus, Afrânio ! Afraninho, vc está  bem? Fala comigo, pelo amor de Deus!
Márcio: com licença, está tudo bem?
Pepa: meu marido desmaiou moço !
Márcio: me permite examiná-lo, eu sou clinico.
Manuela: pode falar, meu marido é tudo neh amiga?- disse babando o marido que examinava Afrânio e cutucando Annie.
Annie: é verdade- disse num tom triste.- Manuela estava tão ocupada babando seu maridinho que não percebeu a ausência da Annie, assim como os demais.
Miss Smith: Como sempre você está wonderful, dear!
Rosa: obrigada Miss Smith espero que esteja gostando, eu peço desculpas pelo pessoal do cortiço, mas não podia passar o Natal longe da minha família.
Miss Smith: Oh, no dear! Estamos adorando tudo! Adoramos simplicity!
Rosa: fico feliz que esteja à vontade!

Enquanto isso do lado de fora do prédio... Annie saiu um pouco para pegar um ar, o apartamento estava lotado de gente e ela tambem queria pensar, Natal lembrava sua mãe. Ela estava pensando no momento q ela se foi, os momentos que passaram juntas, ela sempre a comparava ao seu tio Claude, mesmo sem Annie o conhecer “vc tem o gênio do teu tio Claude!” ela sempre dizia. Annie sorriu com essa lembrança e deu um beijo em uma medalhinha de ouro em forma de coração que sempre andava com ela e que sua mãe lhe deu nos seus 15 anos. Nesse momento ela, observa Júlio que ainda estava sentado na calçada observando a rua e a festa.
Annie: o que vc está fazendo aqui?- perguntou o assustando.
Júlio: Annie, que bom te rever, eu tava olhando a rua.
Annie: você não vai passar o Natal com a sua famíla?
Júlio: eu não tenho família.
Annie: Na verdade, eu até ontem tambem não rs
Júlio: como assim?
Annie: eu não conhecia o tio Claude e meu pai morreu quando eu ainda era pequena e minha mãe quando eu fiz 16 anos.- explicou sentando ao lado do “amigo”.
Julio: eu entendo tambem perdi meus pais cedo. Mas o que vc está fazendo aqui fora ? A festa parece estar boa lá dentro.
Annie: e ta! Eu queria pegar um ar. Aí eu te encontrei rsrs e agora estamos aqui conversando.
Julio: obrigado, viu Annie?
Annie: pq ?
Julio: por tudo! Você abriu a minha mente hoje.
Annie: que nada só fiz minha obrigação. E então, vamos subir?
Júlio: vamos? Não! Vc vai! Eu não! O Claude me mata se eu for!
Annie: não te mata não, vc tah comigo, se esqueceu? rsrs
Julio: vc vai me defender é?
Annie: se ele vier, eu me coloco na sua frente – ela encenava brincando enquanto narrava- e direi não tio mio nón maltrates este hombre pq ele é mi amor!
Eles riram.
Júlio: vc é mt divertida, sabia?
Annie: então vamos?- disse oferecendo a mão para ele.
Júlio: eu tenho escolha?
Annie: não- disse com um sorriso q atrapalhou qualquer desculpa pensada por Júlio.
Julio: Então vamos! Mi amor- disse beijando a mão da carioca com delicadeza e charme, olhando em seus olhos. Annie totalmente perdida em pensamentos com atitude inesperada do rapaz apenas conseguiu responder-lhe com um sorriso de aceitação e agradecimento ao mesmo tempo.

Enquanto isso na cozinha, Mariana havia decidido que isso não ia ficar assim, ela ia tomar uma atitude, ela já tinha sido humilhada de todas as maneiras. Na frente do Claude, pelo Claude, por Rosa, por um monte de “bicoitinhas”autoritárias e petulantes, até por um careca fanho, na frente da alta sociedade e do casal Smith, super conceituado no Brasil e no mundo. Não, ela já não tinha amor próprio, sua imagem pior não ficaria, ela ia fazer isso e ia fazer agora!
Mariana pegou o microfone da mão Natty que cantava o Abecedário da Xuxa, quando anunciou no microfone que tinha uma grande revelação a fazer. Todos a escutavam atentos. Annie e Júlio que estavam chegando observavam a encenação atentos.
Mariana: Senhores , Senhoras, caros presentes nessa hamorniosa ceia com tanto carinho preparada.
Rosa (cochichando com Claude): o q essa maluca pretende?
Claude: nón sei cherry nón sei!
Mariana: eu queria aproveitar todos reunidos para poder anunciar ...- ela hesitou, mas já tinha ido longe demais pra voltar- Minha gravidez- todos ficaram chocados.- eu estou grávida de Claude Antonie Geraldy-
Os barulhos a seguir a essa revelação foram da taça de Claude q caiu com revelação e do corpo de Rosa caindo no chão num desmaio.
Claude: eu vou te matar sua...- e tentou avançar em Mariana, mas foi impedido por Frazão.
Mr. Smith: Calma Claude a mulher estar grávida.
Miss Smith: pode me explicar o que está acontecendo?
Geovanne: io q quero saber o que estar acontecendo hã? Que história é essa de babino que nón é meu neto hã?
Claude: isso tudo é mentira dessa louca!
Mariana: Claude não podiamos mais fingir! Uma hora a barriga ia crescer.- disse cinica forçando um choro.
Rosa: Sua... sua... eu vou te matar!- disse ao despertar do susto.
Júlio: ai meu Deus!- disse indo em direçao a confusão, mas Annie o segura pelo braço.
Annie: você vai fazer o q?
Júlio: consertar tudo de ruim que eu fiz- disse e deu um beijo em seu rosto.
Júlio pegou o microfone da mão de Mariana.
Mariana: Júlio?
Julio: agora é comigo!- disse sorrindo pra ela, que consentiu acreditando que ele estava do seu lado.
Júlio (microfone): Caros convidados, vocês não me conhecem, Meu nome é Júlio, eu sou ex-noivo da Rosa.
D. Amália: Ai meu Santo Antônio e mais essa!
Júlio(microfone):  Eu conheço a Mariana, essa mulher que fez essa revelação agora, alguns já a conhecem, eu a conheço mt bem e por isso eu vou cantar uma música em sua homenagem, e vcs vão entender qm realmente tah falando a verdade.
Mariana ficou toda feliz, finalmente aquele dia iria terminar com sua glória. Os convidados estavam atônitos, Rosa não acreditava no que via. E dessa vez nem Annie entendeu, ele disse que iria consertar as coisas e agora faz uma homenagem pra mocréia?
Então, ele começou a cantar.... (Ouçam a música com atençao na letra viu?)

video

SESSÃO BISCOITINHOS

video

VÍDEO-HOMENAGEM AO NIVER DA BEKA MOREAU

video

PARA MEDITAR

"Amigo é aquele que sabe tudo a seu respeito, e, mesmo assim,ainda gosta de você". Kim Hubbard

sábado, 29 de janeiro de 2011

SESSÃO FOTONOVELA

A fotonovela que reproduzimos abaixo foi publicada na revista Amiga TV Tudo, nr. 337, de 03 de novembro de 1976.
Boa diversão!












PARA MEDITAR

"Amigos são os que na prosperidade aparecem se receberem convite e na adversidade aparecerem sem serem chamados". Anônimo

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

FIC DA URCA - VERSÃO DA BEKA MOREAU - PARTE 22

K: Claude o meu tio Khalid, ele tá mto mal, eu preciso ir pra o Marrocos agora!!!
C: Kira mon Dieu, mas o Khalid non era seu primo agora fiquei confuso???(Imaginem Claude lerdinho, cara de confuso, que coisa mais linda mo deus!)
K: Claude meu primo Khalid tem o mesmo nome do pai, entendeu agora?
C: Ah, mas ninguém sabe o que ele tem nón?
K: Não e minha família quase toda já esta lá, meus avós já desceram de Dubai pra lá, e pra vc ver meus papis nem brigaram dessa vez.
C: Mas e o seu primo ele já tá sabendo?
K: Sim, ele que informou a tia Jasmine, agora eu preciso avisar a Alabá, meu deus ela vai ter um troço qndo souber! E tbm preciso arrumar as malas pra ir pra lá, ai meu deus é tanta coisa pra fazer, oh me dá o cel ai que eu vou ligar pra ela. Alô? Alabá, ah oi Frazão, deixa eu falar com a Alabá rapidim.
F: Oi pra vc tbm Kira, perae que eu passo pra ela!
A: Kira amiga que foi?
K: O Tio Khalid Alabá, ele tá mal.
A: Não Kira tio Khalid não, o que aconteceu?
K: Não sei, só sei que já foram todos pro Marrocos até os meus avós já desceram de Dubai.
A: A gnt tem q ir pra lá o mais rápido possível!
K: Eu sei vamos hj, já mandei preparar meu avião, c tá com seus docs em dia?
A: Tô sim, eu vou arrumar, umas poucas roupas na mala só pra caso da gente precisar ficar no hospital, pq nossos quartos devem estar do jeito que deixamos.
K: É verdade, ai te vejo em uma hora na porta do prédio de vcs tá?
A: Tá até mais
K: Até.

Frazão que ouvia tudo sem entender nada entendeu menos ainda qndo Alabá bateu o telefone e caiu aos prantos em seus braços.
F: Oh minha deusa me fala o que aconteceu, eu não agüento te ver assim, por favor, me diz.
Alabá que só chorava ficou assim por uns minutos, secou as lágrimas e olhou Frazão nos olhos...
A: Meu amor, uma das pessoas mais importantes da minha vida e da vida da Kira está passando por um momento muito difícil e nos estamos indo pra lá pra poder ficar com ele nesse momento doloroso.
F: Tudo bem minha deusa, mas quem é e pra onde vc vai?
A: é o pai do Khalid, o nosso tio Khalid ah pessoa q mais ajudou e compreendeu a mim e a Kira durante toda a vida e perder essa pessoa esta fora de cogitação, bom e o lugar é o Marrocos.
F: Tudo bem eu vou com vc!
A: Sério amor?
F: Claro, vc acha que eu vou te deixar sozinha num momento como esse, vc é a razão da minha vida.
A: Amor isso que vc me disse é lindo, mas lá não vai ser fácil, td família muçulmana vai tá lá e eu não sei se eles serão mto amigáveis o que eu duvido mto.
F: Amor por vc eu faço qualquer coisa!!!
A: te amo
F: tbm, agora vamos arrumar nossas coisas, pq o Marrocos, não é ali na esquina
A: Claro, brigada, te amo.

Enquanto isso no outro AP...
Kira desce toda esbaforida e se assusta quando vê Claude pronto com uma pequena mala, a espera dela na sala e com Dádi, sua fiel escudeira!
K: Claude meu amor, pra que essa mala?
C: Ué, pra viajar chérrie, eu vou com vc
K: Claude toda a minha família muçulmana vai estar lá isso não vai ser nada fácil, por favor eu não quero que vc sofra por causa do tratamento de minha família.
C: Chérrie eu te amo e por vc enfrento até o sheik dono do Catar, oui?
K: Seu bobo, mas vamos logo pq o Marrocos é ali, de baiano!!!
C: rsrs, vamos eu te amo
K: E eu a vc obg.
C: pq?
K: Por ser o homem mais incrível da face da terra.

Eles se dirigem ao prédio de Frazão e Alabá que não ficava muito longe dali, pegaram os dois eles meio que sabiam que um dia conheceriam as temidas famílias muçulmanas, só não que seriam nessas circunstâncias.
K: Ainda bem que nessas horas o sobrenome ajuda!
A: Ô amiga é impressão minha ou vc conseguiu parar um avião que tá indo pra Nova Yorque com o time do Los Angeles Lakers pra o seu avião decolar primeiro?
K: Claro, tá pensando o que?
A: Isso é que é poder, quero morrer sua amiga!
K: Até parece que com vc ia ser diferente
A: Isso é
A e K: rsrs
Claude e Frazão não tinham dimensão do prestigio do sobrenome da moça, então entraram no avião meio que assustados com o poderio das garotas!
A viagem até o Marrocos fora tranqüila, mas Kira e Alabá, não paravam de rezar, chorar ficar abraçadas e depois abraçar os homens amados e mal sabendo eles que o pior ainda estava por vir, isso não se refere à saúde do Patriarca dos Abdul Rauf.

TO BE CONTINUED...

FIC DA URCA - VERSÃO DA BEKA MOREAU - PARTE 21

Claude sente um misto de culpa e ódio de si mesmo quando lê o papel, ele sobe as escadas correndo e vai ao encontro de Kira no quarto do casal...
K: Olha não se preocupe já estou acostumada com relacionamentos que não dão certo então rapidinho eu saio do seu apartamento e vou pra um hotel.
C: Eu nón vim aqui pra issi
K: Então foi pra...
Antes que Kira pudesse concluir a frase Claude a beija com volúpia mas ao mesmo tempo de forma sublime, tentando expressar nesse beijo tudo o que ele sentia por ela e até que ponto ele poderia ir com e por ela!
K: Clau...
C: Shiii.. non diz nada, eu sei o quanto estou errado, e vou ter que aprender a conviver com o mequetrefe do seu primo, mas eu sou capaz sim, sou capaz de atravessar o Saara, escalar o Everest, se você me pedir até a lua eu vou buscar, por você eu deixei  meus medos de lado confiei a você non só minha empresa mas meu coraçón, por que agora ele é seu, é isso mesmo me ganhou vai ter que me levar (by Ana Carolina  Entreolhares rsrs não resisti) e se é o que você quer saber então  eu sou capaz sim senhora Kira Abdul Rauf Petroni Geraldy de ir até o fim do mundo por você, por que Eu te amo.
Diante de tamanha declaração Kira e Claude se beijaram como nunca, depositando naquele beijo todo amor que sentiam um pelo outro, eles ficaram ali se namorando por mais ou menos uns 20 minutos, Claude pediu a Kira que cantasse pra ele, e ela então cantou:

video


Todo o amor que houver nessa vida – Cazuza e Frejat

Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Nesse inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente nem vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia.

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio a o meu e a ferida
E o corpo inteiro, feito um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não             
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria.

Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia
E algum veneno antimonotonia
E algum remédio que me dê alegria.

Em meio há tantas declarações apaixonados essa casal fica ali numa boa só se curtindo, as mãos atrevidas do francês começam a percorrer o corpo da namorada com a habilidade até que são interrompidos por um tananãm tananãm tananãm do cel de Claude e pra variar era Frazão!
C: Ah Frazón pra ligar em hora errada assim só podia ser vc msm, oh se mi ligar em hora errada di novo ta dispidido, hã?!
K: Claude!
F: Eu aqui preocupado ligando pra saber se vcs já tinham feito as pazes, e vc me trata assim, que coisa feia mon ami vou ficar magoado.
C: Ô Frazón vai ver se eu to na esquina fazendo streep tease, vai.
F: Deus me livre vc e essa sua mania de ficar pelado, já falei que vc tem que se tratar. Sim mas vc conseguiu fazer as pazes com a rainha das arábias ai?
C: Sim, perae. Chérrie, vou falar aqui com Frazón rapidim tá.
K: Claude to no celular espera ai!
C: Sim Frazón, eu consegui e vc?
F: Claro meu amigo ou vc acha que o chocolate aqui é fraco? O mon ami eu dou nó em pingo de éter!
C: Hahaha, foi só pra issi que vc me ligou?
F: Não né francês burro, eu vou te contar o que eu descobri sobre o primo safado da Kira
C: A sim conta, conta, conta logo.
F: Se vc deixar né francês?
As duas comadres Claude e Frazão ficam ali colocando a fofoca em dia, enquanto Kira recebe uma noticia nada agradável...
K: Mas como tia? Como isso foi acontecer? Ele sempre teve uma saúde de ferro.
J: Não sei minha flor, só que estamos indo todos pra lá agora mesmo, pegamos o primeiro voo pro Marrocos, pra vc ter uma idéia da gravidade da coisa Abílio e Geovanni nem brigaram.
K: Ai meu Deus então o negocio é sério mesmo, oh tia eu chego ai amanhã de manhã!
Claude!CLAUDE!!!!!!!!!!
C: Tchau Frazón, Kira ta me chamando
F: tchau! Mas não conta pra Kira não, pq se Alabá descobrir me mata!
C: tchau frazón! Oi Chérrie que foi?
Claude fica totalmente confuso ao a ver ela chorar descontroladamente e a aconchega em seus braços pensando que esse choro era por ele, mas não tinha idéia do que estava por vir e de que a partir de agora tudo conspiraria contra esse amor e grandes revelações seriam feitas, incluindo sobre a família do francês que nem ele sabe mto a respeito, mas que a pessoa que eles encontrariam agora traria a tona um passado a muito enterrado e que mudaria por completo. O que essa pessoa que esta em seu leito de morte poderia trazer do passado que poderia separar nosso casal de uma vez por todas e sem volta?

TO BE CONTINUED