quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

SESSÃO FOTO QUIZ

A foto da semana passada pertence ao jornalista, ator, diretor e apresentador de TV Serginho Groisman.
Agora tentem descobrir quem é a garota desta foto.
Eis algumas pistas:
1) Esta atriz, ainda viva, nasceu no interior do Rio Grande do Sul em 1934.
2) Esteve no elenco da primeira telenovela diária da televisão brasileira, 2-5499 Ocupado, que estreou no ano de 1963 na TV Excelsior.
3) Participou de telenovelas como: A Deusa Vencida, na TV Excelsior; Passo dos Ventos e O Grito, na Rede Globo.
Boa diversão!


SESSÃO LEITURA - O NASCIMENTO DA CRÔNICA - MACHADO DE ASSIS

O texto abaixo é da autoria de Machado de Assis.
Para maiores informações sobre o autor, favor acessar: http://www.releituras.com/machadodeassis_bio.asp.
Boa leitura!

O NASCIMENTO DA CRÔNICA

Há um meio certo de começar a crônica por uma trivialidade. É dizer: Que calor! Que desenfreado calor! Diz-se isto, agitando as pontas do lenço, bufando como um touro, ou simplesmente sacudindo a sobrecasaca. Resvala-se do calor aos fenômenos atmosféricos, fazem-se algumas conjeturas acerca do sol e da lua, outras sobre a febre amarela, manda-se um suspiro a Petrópolis, e La glace est rompue; está começada a crônica.
Mas, leitor amigo, esse meio é mais velho ainda do que as crônicas, que apenas datam de Esdras. Antes de Esdras, antes de Moisés, antes de Abraão, Isaque e Jacó, antes mesmo de Noé, houve calor e crônicas. No paraíso é provável, é certo que o calor era mediano, e não é prova do contrário o fato de Adão andar nu. Adão andava nu por duas razões, uma capital e outra provincial. A primeira é que não havia alfaiates, não havia sequer casimiras; a segunda é que, ainda havendo-os, Adão andava baldo ao naipe. Digo que esta razão é provincial, porque as nossas províncias estão nas circunstâncias do primeiro homem.
Quando a fatal curiosidade de Eva fez-lhes perder o paraíso, cessou, com essa degradação, a vantagem de uma temperatura igual e agradável. Nasceu o calor e o inverno; vieram as neves, os tufões, as secas, todo o cortejo de males, distribuídos pelos doze meses do ano.
Não posso dizer positivamente em que ano nasceu a crônica; mas há toda a probabilidade de crer que foi coetânea das primeiras duas vizinhas. Essas vizinhas, entre o jantar e a merenda, sentaram-se à porta, para debicar os sucessos do dia. Provavelmente começaram a lastimar-se do calor. Uma dia que não pudera comer ao jantar, outra que tinha a camisa mais ensopando que as ervas que comera. Passar das ervas às plantações do morador fronteiro, e logo às tropelias amatórias do dito morador, e ao resto, era a coisa mais fácil, natural e possível do mundo. Eis a origem da crônica.
Que eu, sabedor ou conjeturador de tão alta prosápia, queira repetir o meio de que lançaram mãos as duas avós do cronista, é realmente cometer uma trivialidade; e contUdo, leitor, seria difícil falar desta quinzena sem dar à canícula o lugar de honra que lhe compete. Seria; mas eu dispensarei esse meio quase tão velho como o mundo, para somente dizer que a verdade mais incontestável que achei debaixo do sol é que ninguém se deve queixar, porque cada pessoa é sempre mais feliz do que outra.
Não afirmo sem prova.
Fui há dias a um cemitério, a um enterro, logo de manhã, num dia ardente como todos os diabos e suas respectivas habitações. Em volta de mim ouvia o estribilho geral: que calor! Que sol! É de rachar passarinho! É de fazer um homem doido!
Íamos em carros! Apeamo-nos à porta do cemitério e caminhamos um longo pedaço. O sol das onze horas batia de chapa em todos nós; mas sem tirarmos os chapéus, abríamos os de sol e seguíamos a suar até o lugar onde devia verificar-se o enterramento. Naquele lugar esbarramos com seis ou oito homens ocupados em abrir covas: estavam de cabeça descoberta, a erguer e fazer cair a enxada. Nós enterramos o morto, voltamos nos carros, c dar às nossas casas ou repartições. E eles? Lá os achamos, lá os deixamos, ao sol, de cabeça descoberta, a trabalhar com a enxada. Se o sol nos fazia mal, que não faria àqueles pobres-diabos, durante todas as horas quentes do dia?

O texto acima foi publicado no livro "Crônicas Escolhidas”, Editora Ática – São Paulo, 1994, pág. 13, e extraído do livro "As Cem Melhores Crônicas Brasileiras", Editora Objetiva - Rio de Janeiro, 2007, pág. 27, organização e introdução de Joaquim Ferreira dos Santos.

SESSÃO ABERTURA DE NOVELA - ESTRELA-GUIA

A novela Estrela-Guia foi apresentada pela Rede Globo no horário das 18h de 12 de março a 16 de junho de 2001.
O tema musical de abertura era Imagine, interpretado por Paulo Ricardo.
Para maiores informações sobre a novela, favor acessar: http://www.teledramaturgia.com.br/estrela-guia/.
Boa diversão!

video


LETRA

IMAGINE

Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky

Imagine all the people
Living for today

Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too

Imagine all the people
Living life in peace
You may say,
I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day
You'll join us
And the world will be as one

Imagine no possessions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A brotherhood of man

Imagine all the people
Sharing all the world

You may say,
I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day
You'll join us
And the world will be as one

TRADUÇÃO

IMAGINE

Imagine que não há céu
É fácil se você tentar
Nenhum inferno debaixo de nós
Acima de nós só o céu

Imagine todas as pessoas
Vivendo o hoje.

Imagine que não há nenhum país
Não é difícil imaginar
Nada por matar ou por morrer
E nenhuma religião também

Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida, você em paz
Você pode dizer que
eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Eu espero que algum dia
você se junte a nós
E o mundo será como um só.

Imagine que não há posses
Eu me pergunto se você pode
Sem necessidade de gula e fome
A fraternidade de servir

Imagine todas as pessoas
Partilhando o dia todo... o mundo, você

Você pode dizer que
eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Eu espero que algum dia
você se junte a nós
E o mundo será um só

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

SESSÃO SAUDADE - SELMA REIS

Há alguns cantores que alcançam muito sucesso e outros, cujo sucesso não é tão grande assim, mas são imprescindíveis para a boa música. É o caso de nossa homenageada da semana: Selma Reis.
O repertório escolhido por ela sempre foi de belas composições, a que dava um brilho especial com sua interpretação marcante.
Obrigado, Selma, por nos presentear tantas vezes com sua música envolvente!
Descanse em paz!
Para saber mais sobre essa artista, favor acessar: http://www.dicionariompb.com.br/selma-reis.
Com o objetivo de homenageá-la, reproduzimos abaixo dois de seus sucessos: O Que é o Amor e Se Bastasse Uma Canção. As letras já estão nos vídeos.

PRIMEIRO VÍDEO

video


SEGUNDO VÍDEO

video


SESSÃO HUMOR

Determinado político vai a uma vidente.
Ela se concentra, fecha os olhos e fala:
- Vejo o senhor passando em uma avenida em carro aberto e uma multidão acenando.
O político sorri e pergunta:
- Essa multidão está feliz?
- Sim, feliz como nunca!
- E eles estão correndo atrás do carro?
- Sim, por toda a volta do carro. Os batedores estão tendo dificuldades em abrir caminho.
- Eles carregam bandeiras?
- Sim, bandeiras do Brasil e faixas com palavras de esperança e de um futuro melhor.
- Eles gritam, cantam?
- Gritam frases de esperança como: “Agora sim! Agora vai melhorar!”.”
- E eu, como estou reagindo?
- Não dá pra ver.
- E por que não?
- Porque o caixão está lacrado.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

SESSÃO REMAKE MUSICAL - SAVE A PRAYER - SUPERNOVA

A canção Save a Prayer, originalmente interpretada por Duran Duran, é apresentada no vídeo abaixo por Supernova.
Para ouvir a versão original, favor acessar: http://biscoitocafeenovela.blogspot.com.br/2015/12/sessao-tunel-do-tempo-musical-save.html.
Boa diversão!

video


LETRA

SAVE A PRAYER

You saw me standing by the old
Corner of the main street
And the lights are flashing on your window sill
All alone ain't much fun
So you're looking for the thrill
And you know just what it takes and where to go

Don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
No, don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after

Feel the breeze deep on the inside
Look you down into your well
If you can, you'll see the world in all his fire
Take a chance
Like all dreamers can't find another way
You don't have to dream it all, just live a day

Don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
No, don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it till the morning after

Pretty looking road
Try to hold the rising floods that fill my skin
Don't ask me why I'll keep my promise
Melt the ice
And you wanted to dance so I asked you to dance
But fear is in your soul
Some people call it a one night stand
But we can call it paradise

Don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
No, don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after

Save a prayer 'til the morning after

TRADUÇÃO

GUARDE UMA ORAÇÃO

Você me viu esperando na velha
Esquina da rua principal
E as luzes estão piscando no peitoril da sua janela
Ficar sozinho não é nada divertido
Então você que está procurando emoção
E você sabe exatamente o que acontece e aonde vai

Não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Não, não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte

Sinta a brisa no seu interior
Analise-se, olhe dentro de seu poço
Se puder, você verá o mundo em todo seu esplendor
Aproveite a oportunidade
Como todos os sonhadores não conseguem achar um outro jeito
Você não tem que sonhar tudo de uma vez, viva apenas um dia

Não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Não, não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte

Estrada atrativa
Tento segurar as inundações crescentes que enchem minha pele
Não me pergunte porque eu manterei minha promessa
Derreta o gelo
E você queria dançar então eu te pedi para dançar
Mas o medo está em sua alma
Algumas pessoas chamam isso de transa de uma noite
Mas nós podemos chamar isso de paraíso

Não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Não, não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte

Guarde a oração até a manhã seguinte

Fonte da letra e tradução: http://www.vagalume.com.br/duran-duran/save-a-prayer-traducao.html#ixzz3sv1ZVwJu

SESSÃO TÚNEL DO TEMPO MUSICAL - SAVE A PRAYER - DURAN DURAN

A canção Save a Prayer, interpretada por Duran Duran, fez parte da trilha sonora da novela Sol de Verão, apresentada pela Rede Globo no horário das 20h de 11 de outubro de 1982 a 19 de março de 1983.
Para maiores informações sobre a novela, favor acessar: http://www.teledramaturgia.com.br/sol-de-verao/.
Boa diversão!

video


LETRA

SAVE A PRAYER

You saw me standing by the old
Corner of the main street
And the lights are flashing on your window sill
All alone ain't much fun
So you're looking for the thrill
And you know just what it takes and where to go

Don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
No, don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after

Feel the breeze deep on the inside
Look you down into your well
If you can, you'll see the world in all his fire
Take a chance
Like all dreamers can't find another way
You don't have to dream it all, just live a day

Don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
No, don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it till the morning after

Pretty looking road
Try to hold the rising floods that fill my skin
Don't ask me why I'll keep my promise
Melt the ice
And you wanted to dance so I asked you to dance
But fear is in your soul
Some people call it a one night stand
But we can call it paradise

Don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
No, don't say a prayer for me now
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after
Save it 'til the morning after

Save a prayer 'til the morning after

TRADUÇÃO

GUARDE UMA ORAÇÃO

Você me viu esperando na velha
Esquina da rua principal
E as luzes estão piscando no peitoril da sua janela
Ficar sozinho não é nada divertido
Então você que está procurando emoção
E você sabe exatamente o que acontece e aonde vai

Não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Não, não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte

Sinta a brisa no seu interior
Analise-se, olhe dentro de seu poço
Se puder, você verá o mundo em todo seu esplendor
Aproveite a oportunidade
Como todos os sonhadores não conseguem achar um outro jeito
Você não tem que sonhar tudo de uma vez, viva apenas um dia

Não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Não, não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte

Estrada atrativa
Tento segurar as inundações crescentes que enchem minha pele
Não me pergunte porque eu manterei minha promessa
Derreta o gelo
E você queria dançar então eu te pedi para dançar
Mas o medo está em sua alma
Algumas pessoas chamam isso de transa de uma noite
Mas nós podemos chamar isso de paraíso

Não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Não, não faça uma oração por mim agora
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte
Guarde-a até a manhã seguinte

Guarde a oração até a manhã seguinte

Fonte da letra e tradução: http://www.vagalume.com.br/duran-duran/save-a-prayer-traducao.html#ixzz3sv1ZVwJu

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

SESSÃO RETRÔ - VARIEDADES - WALMOR CHAGAS

A reportagem abaixo foi publicada na revista Contigo nr. 157, publicada, provavelmente, no ano de 1974.
Para ler esta ou outra matéria em tamanho maior, caso use o Explorer ou Chrome, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir link em uma nova guia". Na nova guia, clique com o botão esquerdo do mouse e, pronto, terá acesso a uma ampliação da página. Caso o navegador seja o Firefox, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir em nova aba". Em seguida, proceda como no caso dos dois outros navegadores citados.
Boa diversão!



SESSÃO RETRÔ - NOVELAS - ROQUE SANTEIRO - QUINTA PARTE

Publicaremos a cada semana uma ou mais páginas de uma revista especial sobre a novela Roque Santeiro, apresentada pela Rede Globo no horário das 20h de 24 de junho de 1985 a 22 de fevereiro de 1986. O material que aqui postado faz parte da revista TV Novelas – Roque Santeiro, cujo ano de publicação, infelizmente, não conseguimos localizar.
Para saber mais sobre essa novela, favor consultar: http://www.teledramaturgia.com.br/roque-santeiro-1985/.
Na semana que vem tem mais.
Acompanhem!
Para ler esta ou outra matéria em tamanho maior, caso use o Explorer ou Chrome, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir link em uma nova guia". Na nova guia, clique com o botão esquerdo do mouse e, pronto, terá acesso a uma ampliação da página. Caso o navegador seja o Firefox, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir em nova aba". Em seguida, proceda como no caso dos dois outros navegadores citados.
Boa leitura!