sexta-feira, 30 de setembro de 2016

SESSÃO CAPAS E PÔSTERES

A capa pertence à revista Contigo nr. 79, publicada em abril de 1970.
Já o pôster é parte da revista Ilusão nr. 310, publicada em 26/01/79.
Boa diversão!



SESSÃO FOTO QUIZ

A foto da semana passada pertence ao cantor e compositor Zé Ramalho.
Agora tentem descobrir quem é o garoto da foto.
Eis algumas pistas:
1) Este ator, cantor e compositor, ainda vivo, nasceu na capital paranaense no ano de 1970.
2) Estreou em telenovelas em A Favorita, na Rede Globo, no ano de 2008.
3) Participou de novelas como: Escrito nas Estrelas, Salve Jorge e Além do Horizonte, todas na Rede Globo.
Boa diversão!


quinta-feira, 29 de setembro de 2016

SESSÃO LEITURA - DEPOIS DO CARNAVAL - CECÍLIA MEIRELES

O texto abaixo é da autoria de Cecília Meireles.
Para saber mais sobre a autora, favor acessar: http://www.releituras.com/cmeireles_bio.asp.
Boa leitura!

DEPOIS DO CARNAVAL


Terminado o Carnaval, eis que nos encontramos com os seus melancólicos despojos: pelas ruas desertas, os pavilhões, arquibancadas e passarelas são uns tristes esqueletos de madeira; oscilam no ar farrapos de ornamentos sem sentido, magros, amarelos e encarnados, batidos pelo vento, enrodilhados em suas cordas; torres coloridas, como desmesurados brinquedos, sustentam-se de pé, intrusas, anômalas, entre as árvores e os postes. Acabou-se o artifício, desmanchou-se a mágica, volta-se à realidade.
À chamada realidade. Pois, por detrás disto que aparentamos ser, leva cada um de nós a preocupação de um desejo oculto, de uma vocação ou de um capricho que apenas o Carnaval permite que se manifestem com toda a sua força, por um ano inteiro contida.
Somos um povo muito variado e mesmo contraditório: o que para alguns parecerá defeito é, para outros, encanto. Quem diria que tantas pessoas bem comportadas, e aparentemente elegantes e finas, alimentam, durante trezentos dias do ano, o modesto sonho de serem ursos, macacos, onças, gatos e outros bichos? Quem diria que há tantas vocações para índios e escravas gregas, neste país de letrados e de liberdade?
Por outro lado, neste chamado país subdesenvolvido, quem poderia imaginar que há tantos reis e imperadores, princesas das Mil e Uma Noites, soberanos fantásticos, banhados em esplendores que, se não são propriamente das minas de Golconda, resultam, afinal, mais caros: pois se as gemas verdadeiras têm valor por toda a vida, estas, de preço não desprezível, se destinam a durar somente algumas horas.
Neste país tão avançado e liberal — segundo dizem — há milhares de corações imperiais, milhares de sonhos profundamente comprimidos mas que explodem, no Carnaval, com suas anquinhas e casacas, cartolas e coroas, mantos roçagantes (espanejemos o adjetivo), cetros, luvas e outros acessórios.
Aliás, em matéria de reinados, vamos do Rei do Chumbo ao da Voz, passando pelo dos Cabritos e dos Parafusos: como se pode ver no catálogo telefônico. Temos impérios vários, príncipes, imperatrizes, princesas, em etiquetas de roupa e em rótulos de bebidas. É o nosso sonho de grandeza, a nossa compensação, a valorização que damos aos nossos próprios méritos...
Mas, agora que o Carnaval passou, que vamos fazer de tantos quilos de miçangas, de tantos olhos faraônicos, de tantas coroas superpostas, de tantas plumas, leques, sombrinhas...?

"Ved de quán poco valor
Son las cosas tras que andamos
Y corremos..."

dizia Jorge Manrique. E no século XV! E falando de coisas de verdade! Mas os homens gostam da ilusão. E já vão preparar o próximo Carnaval...

Texto extraído do livro "Quatro Vozes", Editora Record - Rio de Janeiro, 1998, pág. 93.

SESSÃO ABERTURA DE NOVELA - TUDO OU NADA

A novela Tudo ou Nada foi apresentada pela Rede Manchete no horário das 19h45 de 15 de setembro de 1986 a 21 de março de 1987.
O tema musical de abertura era Tudo ou Nada, interpretado por Guilherme Lamounier.
Para maiores informações sobre a novela, favor acessar: http://www.teledramaturgia.com.br/tudo-ou-nada/.
Boa diversão!

video


LETRA

TUDO OU NADA

Tudo que eu quero na vida é uma questão de procura
Procuro estar atento carregando a alma sempre cheia de paz e amor
Tudo que eu sonho aqui tenho certeza que me dá vida
E nada pode ser diferente se eu estou nesta estrada, vivo.

Tudo ou nada muitas vezes é um jogo que depende de você
Mas não se esqueça, dessa vida a gente leva só o que viver
E além de tudo, nada é por acaso
E tudo ou nada pode ser, mas sempre com você!

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

SESSÃO SAUDADE - CARMEN SILVA

Há quem goste e há quem deteste (nós nos situamos no primeiro grupo).
Uma coisa, porém, é certa: nossa homenageada desta semana sempre foi um grande sucesso.
Estamos falando de Carmen Silva, que nos deixou poucos dias atrás.
Além de uma bela mulher, ela foi, acima de tudo, grande intérprete e cantora de nossa música.
Dona de uma voz privilegiada, optou por canções que agradavam mais ao povão, deixando um rastro de muito sucesso nos anos em que atuou no mundo musical.
Obrigado, Carmen, por tantas belas interpretações que tocaram nosso coração!
Descanse em paz!
Para saber mais sobre essa artista, favor acessar: https://pt.wikipedia.org/wiki/Carmen_Silva_(cantora).
Com o objetivo de homenageá-la, reproduzimos abaixo três de seus sucessos: Adeus Solidão, Fofurinha e O Amor é um Bichinho.

PRIMEIRO VÍDEO

video


LETRA

ADEUS SOLIDÃO

Eu já sofri e até chorei
Sozinha, sem ninguém
Mas de repente apareceu
O amor em mim nasceu...

Quero bem alto
Ao mundo inteiro gritar
Que sou feliz
Que tenho alguém para amar
Agora eu posso dizer
Adeus solidão!
Pois sei que o amor
Tomou conta do meu coração...

Eu nunca mais
Quero lembrar
Daquilo que passou
Sei que este amor
Virá fazer
De tudo me esquecer...

Quero bem alto
Ao mundo inteiro gritar
Que sou feliz
Que tenho alguém para amar
Agora eu posso dizer
Adeus solidão!
Pois sei que o amor
Tomou conta do meu coração...

Hoje eu só penso
Em meu bem
Com todo meu calor
Sei que agora encontrei
Tudo que sonhei...

Quero bem alto
Ao mundo inteiro gritar
Que sou feliz
Que tenho alguém para amar
Agora eu posso dizer
Adeus solidão!
Pois sei que o amor
Tomou conta do meu coração...(2x)


SEGUNDO VÍDEO


video


LETRA

FOFURINHA

Fofurinha...
Onde você se escondeu?
Me responda...
O motivo deste adeus.

Fofurinha...
Onde você se escondeu?
Me responda...
O motivo deste adeus.

Eu, que fui muito feliz contigo
Não mereço o castigo...
De viver abandonada!

Nosso amor foi mais do que bonito
Por isso, eu acredito...
Voltarei a ser amada.

Fofurinha...
Onde você se escondeu?
Me responda...
O motivo deste adeus.

Fofurinha...
Onde você se escondeu?
Me responda...
O motivo deste adeus.

Sua ausência até me desnorteia
Você me incendeia...
Quando está perto de mim;

Fofurinha. Eu estou tão triste,
Meu coração existe...
Vou te amar até o fim.

Fofurinha...
Onde você se escondeu?
Me responda...
O motivo deste adeus.

Fofurinha...
Onde você se escondeu?
Me responda...
O motivo deste adeus.

Eu, que fui muito feliz contigo
Não mereço o castigo...
De viver abandonada!

Nosso amor foi mais do que bonito
Por isso, eu acredito...
Voltarei a ser amada.


TERCEIRO VÍDEO

video


LETRA

O AMOR É UM BICHINHO

O amor é um bichinho
Que rói, rói, rói
Rói o coração da gente
E dói, dói, dói

Se eu fosse uma pedra (ai, ai, ai)
Uma estátua no jardim (ai, ai, ai)
Eu não tinha coração (ai, ai, ai)
E não sofreria assim (ai, ai, ai)

Mas eu sou de carne e osso (ai, ai, ai)
Tenho um coração pulsando (ai, ai, ai)
E o amor é um bichinho (ai, ai, ai)
Vai acabar me matando


SESSÃO HUMOR

Um amigo perguntou ao outro:
- E aí, José? Você se dá bem com sua sogra?
Ao que o outro respondeu:
- Olha, ela me trata como um deus!
- Caramba! É a primeira vez que eu escuto alguém falar bem da sogra. Ela te trata como um deus mesmo?
- Ô! Ela sabe que eu existo, mas não pode me ver!

Fonte: http://www.piadas.com.br/.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

SESSÃO REMAKE MUSICAL - DESESPERAR JAMAIS - MARIENE DE CASTRO

A canção Desesperar Jamais, originalmente interpretada por Simone, é apresentada no vídeo abaixo por Mariene de Castro.
Boa diversão!

video


LETRA

DESESPERAR JAMAIS

Desesperar jamais
Aprendemos muito nesses anos
Afinal de contas não tem cabimento
Entregar o jogo no primeiro tempo

Nada de correr da raia
Nada de morrer na praia
Nada! Nada! Nada de esquecer

No balanço de perdas e danos
Já tivemos muitos desenganos
Já tivemos muito que chorar
Mas agora, acho que chegou a hora
De fazer Valer o dito popular
Desesperar jamais
Cutucou por baixo, o de cima cai
Desesperar jamais
Cutucou com jeito, não levanta mais

SESSÃO TÚNEL DO TEMPO MUSICAL - DESESPERAR JAMAIS - SIMONE

A canção Desesperar Jamais, interpretada por Simone, fez parte da trilha sonora da novela Água Viva, apresentada pela Rede Globo no horário das 20 h de 4 de fevereiro a 9 de agosto de 1980.
Para maiores informações sobre a novela, favor acessar: http://www.teledramaturgia.com.br/agua-viva/.
Boa diversão!

video


LETRA

DESESPERAR JAMAIS

Desesperar jamais
Aprendemos muito nesses anos
Afinal de contas não tem cabimento
Entregar o jogo no primeiro tempo

Nada de correr da raia
Nada de morrer na praia
Nada! Nada! Nada de esquecer

No balanço de perdas e danos
Já tivemos muitos desenganos
Já tivemos muito que chorar
Mas agora, acho que chegou a hora
De fazer Valer o dito popular
Desesperar jamais
Cutucou por baixo, o de cima cai
Desesperar jamais
Cutucou com jeito, não levanta mais

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

SESSÃO RETRÔ - VARIEDADES - CLÁUDIO CAVALCANTI

A reportagem abaixo foi publicada na revista Sétimo Céu nr. 198, edição que foi às bancas em setembro de 1972.
Para ler esta ou outra matéria em tamanho maior, caso use o Explorer ou Chrome, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir link em uma nova guia". Na nova guia, clique com o botão esquerdo do mouse e, pronto, terá acesso a uma ampliação da página. Caso o navegador seja o Firefox, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir em nova aba". Em seguida, proceda como no caso dos dois outros navegadores citados.
Boa diversão!





SESSÃO RETRÔ - COMERCIAIS - RENAULT DAUPHINE (DÉCADA DE 60)

video

sábado, 24 de setembro de 2016

PARA MEDITAR


SESSÃO FOTONOVELA - ESTRADA DO DESTINO

A fotonovela abaixo pertence à revista Sétimo Céu nr. 198, publicada em setembro de 1972.
Para ler esta ou outra matéria em tamanho maior, caso use o Explorer ou Chrome, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir link em uma nova guia". Na nova guia, clique com o botão esquerdo do mouse e, pronto, terá acesso a uma ampliação da página. Caso o navegador seja o Firefox, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir em nova aba". Em seguida, proceda como no caso dos dois outros navegadores citados.
Boa leitura!
























sexta-feira, 23 de setembro de 2016

SESSÃO CAPAS E PÔSTERES

A capa pertence à revista Amiga – TV Tudo nr. 164, publicada em 10 de julho de 1973.
Já o pôster é parte da revista Sétimo Céu – Álbum de Ouro – nr. 1 – Cantores da Juventude, publicada em 1967.
Boa diversão!



SESSÃO FOTO QUIZ

A foto da semana passada pertence ao cantor e compositor Fagner.
Agora tentem descobrir quem é o jovem da foto, que posa ao lado de Roberto Carlos.
Eis algumas pistas:
1) Este cantor e compositor, ainda vivo, nasceu no interior do Paraíba no ano de 1949.
2) Seu primeiro disco solo foi lançado em 1978.
3) Entre a década de 80 e a atualidade, várias de suas músicas fizeram parte de trilhas sonoras de novelas.
Boa diversão!


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

SESSÃO LEITURA - CONTAGEM REGRESSIVA - ANA CRISTINA CESAR

O texto abaixo é da autoria de Ana Cristina Cesar.
Boa leitura!

CONTAGEM REGRESSIVA

Acreditei que se amasse de novo
esqueceria outros
pelo menos três ou quatro rostos que amei
Num delírio de arquivística
organizei a memória em alfabetos
como quem conta carneiros e amansa
no entanto flanco aberto não esqueço
e amo em ti os outros rostos.

Fonte: http://brasilescola.uol.com.br/literatura/ana-cristina-cesar.htm

SESSÃO ABERTURA DE NOVELA - GUERRA SEM FIM

A novela Guerra sem Fim foi apresentada pela Rede Manchete no horário das 21h30 de 30 de novembro de 1993 a 9 de abril de 1994.
O tema musical de abertura era Guerra sem Fim, interpretado por Evandro Mesquita.
Para maiores informações sobre a novela, favor acessar: http://www.teledramaturgia.com.br/guerra-sem-fim/.
Boa diversão!

video


LETRA

GUERRA SEM FIM

Essa é uma história
Essa é uma história de amor e paixão
Preste atenção no que eu vou te contar
Essa é uma história de crime e paixão
Marginais, bandidos, heróis e vilões
Todo mundo disfarçando suas más intenções
São essas coisas da paixão
Fazem correr perigo
Delegados, mandados de busca importantes
Traficantes de luxo, de porte e tamanho
Fantasias, cirurgias, defeitos obscuros
Noites viradas e realidade geral
Pessoas fugindo, morrendo, matando
Confissão, sequestro, overdose de comando
Eles estão desesperados numa noite sangrenta
Corações se cruzam na cidade violenta
Ela entregou seu coração
Para um amor proibido
Marginais, bandidos, heróis e vilões
Todo mundo disfarçando suas más intenções
Eles estão desesperados numa noite sangrenta
Corações se cruzam na cidade violenta